A estética infantil precisa ser tão anti-estética?

Há quem defenda que a acelerada diminuição do crescimento populacional ao redor do mundo tenha algo a ver com a estética infantil. Diriam estas mesmas pessoas que muita gente está deixando de ter filhos para não ter de encarar o jogo americano do Power Rangers, os adesivos do filme “Carros” no Picasso (um automóvel que a pesar do nome sugestivo pode provocar uma diminuição de 67% na libido do casal caso seja pago a vista e até 78,3% caso seja comprada a prazo), os bonecos do Nemo a furar-lhes os pés no box do banheiro ou a cornucópia de monstros e tipologia torta e borrada da série de brinquedos Max Steel — enfim, o show de horror estético que pode ser o convívio com estes pequenos seres que vem para nos substituir.

Por outro lado filhos são a melhor coisa da vida.

Minha amiga Raquil e a amiga dela Maria, cansadas de ver festas de aniversário que parecem convenções de mangá resolveram criar a a Parangolé, uma marca que faz tudo que você precisa pra ter uma festa de criança bonita, suave e dem bom gosto. Como tudo na vida deveria ser.

dsc_82041parangle

Postado por Rodrigo Leão

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s