A matemática da falta de cultura

Peguei estes dados no Terra.com.br, num matéria do Bob Fernandes sobre a nova Lei Rouanet. Estes números aqui mostram porque é tão difícil haver uma experiência cultura comum a todos os brasileiros. A verdade é que não temos experiências culturais comuns porque uns 170 milhões de brasileiros não tem experiência cultural nenhuma. Dá uma olhada nos números:

O Brasil tem 189 milhões de habitantes.

Só 26 milhões deles vão ao cinema uma vez a cada mês, ao menos.

Dentre os brasileiros, 174 milhões jamais puseram pés e olhos no interior de um museu.

Da mesma forma, 176 milhões nunca viram uma exposição de arte e 148 milhões não passaram nem perto de um espetáculo de dança.

Dos 5.565 municípios do país, 5.008 deles não têm teatro, cinema, museu ou qualquer espaço que possa abrigar tais atividades.

Tá explicado. Na ponta do lápis.

Postado por Rodrigo Leão

Anúncios

4 Respostas para “A matemática da falta de cultura

  1. ta explicado então de fato,por isso que pra ser artista num submundo desse é desanimador,minha nossa a burrice parece que está dominando o mundo.Num falo nada,cool blog
    flw

  2. Pois é. Esses dias estava discutindo o pessoal o problema dos nossos museus. Ninguém vai em museu aqui em são paulo… aqui museu é uma coisa meio alienígena, não inserida na paisagem. No mundo civilizado, você passeia no museu como se passeia aqui em um shopping, tem sempre um ao seu lado, é cotidiano, não requer nenhuma mudança de rotina. Imagino que por essa razão o Mam tenha se tornado tão referencia… ele está em um ponto estratégico, onde a pessoa já está fora da rotina e então não custa experimentar… na verdade, o que nos falta é ver o museu como algo casual, colocar a arte dentro da nossa vida. Não vou nem falar dos cinemas, porquê ai entram outros problemas, como o custo do ingresso do cinema hoje em dia. Mas museu qualquer cidadezinha pode montar o seu… basta só não colocar o negócio num pedestal. Trazer a arte pro povo, saca?

  3. Fantástico o post.
    O grande problema, complementando o que o Diego falou, que museus é programa pra turista. Eu, por exemplo: Sempre que estou fora da minha cidade, museus são destino certo. Quando estou na minha cidade, apesar de ter vários espaços culturais, o comodismo e o trabalho (atrasado!) falam mais alto.
    E pelos números, a falta de cultura não é exclusividade das áreas marginais ou da baixa renda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s